Movimente-se 18 de Março de 2019

Dica do corredor: como se preparar para correr sua 1ª meia maratona


O corredor de rua e desportista Félix Luis compartilha suas melhores dicas para quem sonha em completar uma meia maratona de forma segura e saudável. Confira abaixo o depoimento dele e prepare-se!

Desportista Félix Luis cruzando a linha de chegada

Entre provas de pista, corridas de rua, orientação, aventura, cross, revezamentos e ultramaratonas, em junho de 2019, completarei minha 400º corrida, em Florianópolis. E dentre todos os tipos de corridas que já participei, a que mais gosto é exatamente a meia maratona (21km).

Nessa distância, me sinto mais confortável, alternando com mais tranquilidade dois momentos cruciais em uma corrida: a resistência e a velocidade. Sendo assim, diferente de provas de 5km e 10km – que são bem mais intensas -, não foram poucas as meias maratonas que larguei com um pace alto e, ainda assim, cheguei com um ótimo tempo. De acordo com as minhas pretensões pessoais, entre 1h 30min e 1h 40min.

Sempre procuro observar alguns detalhes no momento das corridas, pois correr em Fortaleza com temperaturas acima de 30º C não é uma tarefa fácil, principalmente se levarmos em consideração que muitos dos corredores treinam à noite. Então, para ajudar você a se preparar adequadamente para uma meia maratona, separei 6 dicas que considero essenciais.

1. Atente-se ao clima do local

Em Fortaleza, além do habitual sol intenso, existe outro fator natural que, muitas vezes, passa despercebido por alguns corredores: a umidade relativa do ar, que pode aumentar a transpiração corporal, acelerando o processo de fadiga e desidratação. O vento forte também pode atrapalhar, especialmente, se você estiver em áreas abertas próximas ao litoral.

Desportista Félix Luis correndo meia maratona no litoral cearense

Nas corridas, também é comum que o tempo mude rapidamente, principalmente em provas mais longas como a meia maratona. Por isso, esteja preparado!

2. Hidrate-se antes da corrida

Tomar água é fundamental, mas quando você está se preparando para uma corrida, é necessário atenção com o momento da hidratação. O correto é que você se hidrate antes da corrida – na semana anterior -, e que no dia da prova a água seja utilizada para refrescar o seu corpo.

Seja durante a semana ou na corrida, não exagere. Em ambos os casos, o excesso de líquido no organismo pode ser prejudicial, principalmente se você encher a sua barriga de água enquanto estiver correndo, a sensação pode não ser das melhores.

3. A avaliação médica e os treinos andam lado a lado

Além de um check-up médico, o ideal é que você faça treinos progressivos durante semanas ou meses. Lembre-se: “cada caso é um caso”. Nesse quesito, evite correr em grupos sem orientação profissional, pois todos nós somos diferentes, e o treino que serve para o seu amigo pode não ser adequado para você. O fortalecimento muscular também é importante para uma meia maratona, seja em uma academia ou com exercícios funcionais específicos.

banner-unimed-ativa

Para clientes Unimed Fortaleza, é possível participar da assessoria esportiva Unimed Ativa, especializada em prática de corridas e caminhadas ao ar livre, com aulas no Cambeba, Iguatemi, Praça das Flores e na Beira Mar.

4. Priorize a alimentação saudável

Existe um ditado popular que diz “somos o que comemos”. De fato, se você está em busca de bons resultados ou uma melhor qualidade de vida, você terá que priorizar a sua alimentação. O ideal é que você tenha um acompanhamento profissional de um nutricionista.

Leia também: As escolhas alimentares de 3 nutricionistas no supermercado

5. Diversifique seus locais de treino

O Ceará proporciona diversos tipos de locais para treinos, como: serra, sertão e litoral. Portanto, se você puder, procure explorar os recursos naturais com treinos diferenciados.

banner-exercite-se

Além de sair da rotina, você vai trabalhar músculos em terrenos variados, minimizando o risco de lesões. Treinamentos em pista de atletismo também são interessantes, de preferência com o acompanhamento de um profissional de Educação Física. Independente do lugar, leve em consideração a segurança.

DICA DO PROFISSIONAL: Segundo Eduardo Parente, profissional de educação física da Unimed Ativa, durante a preparação para corridas longas como 21km, é indispensável que no dia da prova o participante repita a vestimenta e a alimentação que vinha fazendo ao longo dos treinos para evitar mais um desafio além da corrida propriamente dita.

“Apesar de toda ansiedade, é aconselhável não estabelecer uma meta de tempo muito justo para conclusão da corrida. A ansiedade antes da prova destrói muitos sonhos, por isso, até para correr você precisará de maturidade. Se for sua primeira meia maratona, aproveite, curta o momento e dedique cada quilômetro a uma pessoa especial que lhe ajudou a chegar lá de alguma forma, mas guarde o último km para você, afinal você mereceu”, reforça Eduardo.

6. Quantidade e qualidade são bem diferentes

Há 15 anos, quando o Portal do Corredor começou a divulgar corridas, ficávamos felizes quando tínhamos uma corrida por mês em Fortaleza, mas hoje, existem semanas com 3 ou mais corridas. Acontece que muitos corredores iniciantes acabam se empolgando e querem participar de todas, mas essa prática pode trazer sérios problemas para o corpo, como o surgimento de micro lesões, que podem evoluir para problemas mais graves.

Portanto, para ter resultados satisfatórios em uma meia maratona, procure correr menos e melhor, como disse o medalhista olímpico, Vanderlei Cordeiro de Lima, em entrevista para o Portal do Corredor.

atleta-felix-luis
Félix Luis é corredor de rua e desportista
Autor convidado do Blog Viver Bem
Site: www.portaldocorredor.com
Instagram: @portal_corredor

Rodapé da página.