Espaço Zen 31 de Agosto de 2017

Veja dicas para evitar que a insônia gere depressão


Tem dificuldade para dormir e fica estressado por isso? Confira dicas para não ter insônia, dormir melhor e manter a qualidade de vida e do sono.

Mulher deitada no escuro mexendo no celular

Uma rotina de trabalho desgastante, relações familiares conflituosas, ausência de atividades de autocuidado e preocupações intensas podem colaborar para que haja dificuldade para dormir e insônia.

Toda circunstância que atrapalhe o sono possibilita um círculo vicioso, pois quanto mais a pessoa tenta dormir, mais frustrada e incomodada se sente, o que acaba bloqueando o sono.

Sabe-se que a persistência da insônia pode gerar redução da sensação de bem-estar durante o dia, alterando o estado de ânimo e da motivação, diminuição da atenção, da energia e da concentração e aumento da sensação de fadiga e mal-estar. Esta alteração crônica do sono, que caracteriza a insônia primária, constitui um fator de risco para um posterior surgimento do transtorno de ansiedade ou depressão.

Geralmente, essa insônia está relacionada com uma situação de estresse psicológico (tristeza, afastamento de um familiar), social (perda do emprego, dificuldade econômica) ou médico (iminência de uma intervenção cirúrgica).

Saiba como aliviar o estresse controlando a respiração

Algumas pessoas acabam utilizando de maneira inadequada medicamentos sem prescrição médica e álcool para auxiliar no sono, além de bebidas com cafeína ou outros estimulantes para lidar melhor a fadiga diurna.

A insônia primária é um transtorno que necessita de diagnóstico médico para ser tratada de maneira correta, seja com medidas não farmacológicas ou farmacológicas.

Estratégias não farmacológicas para tratar a insônia

 

  • Realizar exercícios físicos exclusivamente durante a manhã ou nas primeiras horas da tarde;
  • Comer uma refeição leve acompanhada de ingestão de água limitada durante o jantar;
  • Evitar a nicotina, bebidas alcoólicas ou com cafeína, como, por exemplo, o café, chá, infusão de erva-mate, bebidas “cola” e o guaraná;
  • Providenciar que a cama, o colchão e a temperatura do quarto sejam agradáveis;
  • Regularizar a hora de deitar e levantar;
  • Utilizar o quarto somente para dormir;
  • O uso de fármacos hipnóticos desempenha um papel importante na administração da insônia primária. Do ponto de vista subjetivo, esses fármacos diminuem o tempo de indução do sono, aumentam sua duração e dão lugar a um sono reparador e tranquilo.

Veja também: + 10 dicas para ter um sono tranquilo

Portanto, fique atento às suas dificuldades no que se refere ao sono para que elas não evoluam e acabem gerando um transtorno, trazendo consequências danosas ao seu organismo e repercutindo em todos os fatores da sua vida. As dicas auxiliarão a amenizar esses danos. Outra recomendação é procurar ajuda médica que orientará no tratamento.

Espalhe a notícia

Gostou das dicas sobre como combater a insônia? Então compartilhe com seus amigos nas redes sociais para ajudar quem precisa de um sono mais tranquilo.

Banner do Guia Trabalho em Excesso

Rodapé da página.